o Poder

luleko

A maior virtude do poder é servir. As palavras não são minhas e nem foram pronunciadas assim mas a máxima está mantida. Quem as proferiu foi um filósofo e professor da atualidade: Mário Sérgio Cortella (o autor segundo o Wikipedia aqui – vejam suas publicações | vejam ainda ótimas entrevistas para desentupir o nariz e o cérebro aqui). Não estou aqui preocupado com teorias educacionais, mas, com a reflexão que esta poderosa frase promove. Também deixo claro que isto reflete apenas o meu ponto de vista e em nenhum momento infrinjo o artigo 5º da CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 e nem emendas constitucionais.

a maior virtude do poder é servir

Muito sabiamente, Cortella explana sobre um exemplo ótimo de liderança e poder que serviu – Jesus Cristo – independente de você ser cristão, ateu, budista, xintoísta, etc, o exemplo é válido e pertinente.

Muito me preocupa em uma nação quando testemunhamos imagens como esta:

luleko

Lula marcha das margaridas – fonte: Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística

ou esta:

musa dos "derrotados" (entre aspas porque povo sempre é povo - sempre estão derrotados contra o estado)

musa dos “derrotados” (entre aspas porque povo sempre é povo – sempre estão derrotados contra o estado) – fonte: blog do Assis Ramalho

Muitos de nós somos fascinados com heróis reais. Digo mais, as pessoas desejam ser lideradas por um herói  pois nesta pessoa encontra-se, teoricamente, “exemplo moral” de sua ética suprema, mas também, sem perder a humanidade com a qual todos se identificam.

Mas o que está acontecendo?

Políticos na maioria se tornam heróis seja de forma midiática, paga ou “paixão cega + lavagem cerebral”, sendo que estas pessoas não atendem os requisitos da liderança pelo exemplo. Promovem discursos hipócritas que não refletem em suas vidas nada do que desejam para a população. Estes são tratados como autoridades a serem respeitadas  autoritariamente, esquecendo nós que tratam-se de apenas uma outra modalidade de servidores públicos, pessoas.

políticos não passam de outra modalidade de servidores públicos

Mas o que esperar dos políticos quando o serviço público (salvo casos particulares e raríssimas exceções) é tão ruim quanto, como um perfeito reflexo de nossas lideranças se auto-alimentando e promovendo a perpetuação do sistema atual?

Cá entre nós, sabe quando a política realmente mudará para melhor (nem que seja um pouco)? Quando pessoas de bem dedicarem mais tempo à isto… atuando internamente, formando pressão populista apartidária, mas principalmente, “chegando junto” – levando informação à quem não tem por conta própria, educando com paciência, tolerando os rótulos e o paradigma político atual do educando neste processo ensino-aprendizagem. A “democratização da política” diminui o esforço de poucos e aumenta os resultados. Com mais raciocínio lógico e entendimento do que um político deve fazer, estas demonstrações confusas de afeto perdem o sentido.

a “democratização da política” diminui o esforço individual (de poucos) e aumenta os resultados

Vamos largar de vez os traços ruins da herança greco-romana pois esta liderança “Domina” sobre seus “gladiadores ” (trabalhadores) precisa acabar. Guardem a célebre frase: pensar globalmente e agir localmente (talvez começando a ir uma vez por mês nas sessões da câmara de vereadores de sua cidade).

Talvez assim o poder comece a aprender a SERVIR.

(observação: comentários de pensamentos contrários/opositores são aprovados; xingamentos e rótulos são deletados)

Acompanhe de perto
muita impopularidade

Fique por dentro dos posts que farão de você também um impopular!

Basta inserir seu nome e email.

4 Comentários em “o Poder

    • Claudino, infelizmente este cenário esta longe de mudar, mas podemos começar a influenciar uns aos outros para tentar pela menos agir localmente.

  1. Excelente texto, meu caro! Quando mais gente com coerência moral e política ganhar espaço, uma simples comparação prática será suficiente para desmascarar esses tipos de ilusionistas !

    • Pois Thiago… Esta é uma das minhas primeiras medidas como cidadão tentando ser esclarecido. Embora o nome seja audacioso, vou me esforçar ao máximo para moderar o fanatismo, inclusive o meu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.